Pensamentos Cotidianos, por André L C Ferreira


007 Quantum of Solace – Resenha

007 Quantum of Solace

Depois do sucesso de 007 Cassino Royale, silenciando as críticas que recebeu, Daniel Craig ganhou mais uma oportunidade para viver o inesquecível espião britânico. Explorando mais a ação do que o mistério, o que valoriza ainda mais a presença de Craig no filme, foi escalado o alemão Marc Forster para a cadeira de diretor. Com a experiência de adaptar um best-seller para o cinema e ter uma boa recepção mundial (O Caçador de Pipas fez mais de US$ 70 milhões), além de já ter trabalhado com grandes astros do cinema, como Johnny Depp, Kate Winslet, Will Ferrell, Naomi Watts e Ewan McGregor, esta é sua primeira oportunidade de dirigir um verdadeiro blockbuster.

Também no casting, Quantum conta com Judi Dench retornando como “M”, a chefe de Bond, reprisando o papel que interpreta desde 007 Contra GoldenEye (1995), As novas bond-girls são Olga Kurylenko, atriz ucraniana que fez sucesso na adaptação cinematográfica do game Hitman (2007) e que também participou de outra adaptação de um jogo de videogame, Max Payne, que ainda não chegou aos cinemas; e Gemma Arterton, que não tem ainda nenhum hit em sua carreira, mas já está nas telas com RocknRolla – A Grande Roubada.

O enredo, como já mencionado, retoma a trama iniciada em Cassino Royale e mostra James Bond em busca de vingança, tentando descobrir quem foi o responsável pelo ocorrido com Vésper. Com a ajuda de M, ele descobre que há um traidor dentro do MI6 e a aventura parte para diversos cantos do mundo. O título do filme vem do nome da organização que o espião enfrenta, a Quantum, cuja meta é tomar o controle da maior reserva natural de água da América do Sul, além de ajudar um ditador a tomar o controle de um país em conflito.

A estréia da vigésima segunda aventura de James Bond está prevista para o dia 31 de outubro na Grã-Bretanha, França e Suécia, e deve chegar aos cinemas brasileiros apenas em 14 de novembro. Com isso, o público nacional terá uma boa chance de medir a recepção que a produção terá antes de ir ao cinema. De qualquer forma, Bond é sempre Bond, ou seja, há a eterna garantia de entretenimento e de salas cheias pelo País. Distribuição: Sony.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: