Pensamentos Cotidianos, por André L C Ferreira


A origem do meu nome – trabalho PUC texto dissertativo

PUC-SP – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
COGEAE – Coordenadoria Geral de Especialização, Aperfeiçoamento e Extensão

Lato Sensu – Língua Portuguesa II: Leitura e Produção do Texto Descritivo
Profª Dra. Lilian Maria Ghiuro Passarelli
17 de outubro de 2009

Atividade: Produção de Texto

“A Origem do Meu Nome”

Completando quatro anos de um casamento ainda sem filhos, as coisas já não estavam tão boas para meus pais. Como as duas famílias são “tradicionais”, os patriarcas esperavam que logo a união teria frutos, os primeiros da nova geração das duas famílias. No entanto, o par não conseguia engravidar. Em 1979, morando sozinhos no Rio de Janeiro, longe da família paulistana e de sua pressão por filhos, o casal finalmente recebe a boa notícia: um bebê está a caminho. Empolgados, contam a novidade aos futuros avós e tios. Com isso, começam as especulações sobre o sexo do neto primogênito – certamente uma menina, dizem os “especialistas”. Confiante de que seria um filho, minha mãe imaginava qual seria o nome de seu menino. Antes de ter um nome, eu já possuía uma alcunha: “o poeta”. A inspiração para o meu nome viria da terra de Morfeu. Apesar de meus pais seguirem o Espiritismo e isso já dar margem para suposições da real origem – o que não pode ser questionado, já que os sonhos são fruto da atividade do subconsciente do ser humano –, André Luis veio da repetida aparição durante o sono de minha mãe e contrariou a todas as expectativas familiares.

A relação entre o nome escolhido e o seu significado etimológico pouco tem valor. Na verdade, são duas coisas distintas, já que de racional a opção por André Luis não tem nada. Derivado de “Ándreas”, de origem grega, meu primeiro nome faz menção à virilidade e à força quem o carrega. O título que vem logo em seguida, Luis, tem origem um pouco mais obscura, germânica e oriunda de uma variação que o tempo não soube explicar. Seu semelhante aproximado seria “Ludwig”, comum na Alemanha atual. “Luis” batizou reis e tem sentido de guerreiro, lutador. Devo dizer que o resultado simbólico de André Luis não é dos piores, considerando minha história de vida e o que já superei até o momento presente.

Entre significados etimológicos, inspirações baseadas nos domínios de Morfeu, “o poeta” e o resultado dessa combinação de ideias, André Luis termina por representar uma figura peculiar em vários aspectos. E única, apesar do nome poder ser considerado comum, já que quem o carrega é um indivíduo – cuja etimologia pode explicar melhor o que isso quer dizer, mas essa é outra história.

Uma resposta to 'A origem do meu nome – trabalho PUC texto dissertativo'

Subscribe to comments with RSS ou TrackBack to 'A origem do meu nome – trabalho PUC texto dissertativo'.

  1. valeriaamoris said,

    Isso aí, menino, manda ver…rsrs

    …adquirir conhecimento é o bem mais precioso q podemos ter!!

    Sorte e sucesso.
    Bjs,


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: