Pensamentos Cotidianos, por André L C Ferreira


Rede de Mentiras – Resenha

Rede de Mentiras

A bem-sucedida dupla formada por Ridley Scott e Russell Crowe encontra-se mais uma vez e leva aos cinemas mais um filme polêmico e com traços de concorrente ao Oscar® em 2009. Parceiros de longa data, os dois uniram-se para um trabalho ambicioso e, ao lado de Leonardo DiCaprio, realizaram Rede de Mentiras, um thriller de ação que aborda o terrorismo e a ameaça constante que os EUA enfrentam depois da guerra no Iraque.

Com o roteiro baseado em um romance de David Ignacius, adaptado por William Monahan, Scott retoma a temática ‘ocidente versus oriente’ que já havia abordado em outras produções, Falcão Negro em Perigo (2001) e Cruzada (2003). Um dos pontos fortes da produção é mostrar que nem sempre a tecnologia de ponta que algumas agências governamentais de segurança possuem consegue burlar a comunicação boca-a-boca que os terroristas utilizam. Em suma, a falta de tecnologia dos inimigos dos ocidentais é sua maior vantagem. É neste ponto fraco que o filme toca e explora.
Leonardo DiCaprio interpreta o agente da CIA Roger Ferris, que vive no Oriente Médio, mudando-se constantemente de país, investigado as operações de comandos terroristas da região. Seu chefe, Ed Hoffman, vivido por Russell Crowe, que viveu uma enorme transformação para encarar o papel, está nos situado nos EUA e de lá comanda as operações de Ferris em território hostil. Quando uma organização islâmica ataca diversos alvos civis, mas não assume os atentados, o Roger decide mudar de estratégia para forçar os extremistas a saírem do esconderijo. Para tal, resolve fazer uso da mesma ferramenta deles, a comunicação popular, e cria uma nova, e imaginária, rede terrorista. Apesar da estratégia bem sucedida, o agente perde a cooperação de seu superior, cuja meta não é desmantelar a célula local, mas monitorar as atividades em um âmbito bem mais amplo.

Focando bastante nas diferenças culturais e nas falhas dentro dos objetivos da ocupação ocidental no Oriente Médio, o filme tinha muitas chances de conquistar o público e ser um grande sucesso, mesmo tratando de um tema já excessivamente explorado. Contudo, a recepção que o filme teve nos EUA não foi das melhores da carreira dos astros que estão nele e teve uma abertura de quase US$ 13 milhões. Até o presente momento, arrecadou pouco mais de US$ 30 milhões, o que não chega na metade de seu custo de produção. Uma pena.

Rede de Mentiras tem estréia nacional prevista para 28 de novembro. Distribuição: Warner.

Anúncios